fbpx

Visitação de Nossa Senhora

 em Artigos

A oração do Cristão em honra à Mãe de Deus

 

Antes de mais, queria agradecer às irmãs desta querida fraternidade pelo formidável exemplo de fidelidade e o grande testemunho de amor à Igreja e à Virgem Maria, Mãe de Deus.

Escrevo este artigo no intuito de manifestar minha gratidão e de algum modo colaborar em vosso trabalho de evangelização.

Jesus veio ao mundo por Maria, iniciou sua vida pública com o pedido de sua Mãe, caminhando junto a ela até o final de sua estadia em nosso meio, concluindo aquela Missão entregando-A a seu amado discípulo.

Enfim, consideremos a importância de nos voltarmos a Maria e nos decidamos a respeitá-La, honrá-La e com filial apreço devotar todo nosso afeto e amor.

“Como posso merecer que a Mãe do meu Senhor me venha visitar?” (Lc 1,43) exclama Isabel, prima de nossa Senhora, logo depois de perceber sua visita. A Igreja desde sempre reconheceu a alta dignidade de Sta. Maria. A Sagrada Escritura nos ensina ser ela a Mãe de Deus, a bendita entre todas as mulheres (cf. Lc 1,42) pois somente ela mereceu trazer em seu seio nosso Salvador.

Maria, ainda grávida, tendo o “Rei na barriga” não se conteve ao saber que sua prima também estava grávida; imediatamente sai em seu auxílio com o desejo de ajudá-la, merecendo desde aquele momento escutar dos lábios de sua prima o que mais tarde deu origem a mais bela e mais conhecida oração mariana.

A oração da Ave-Maria não tem comparação com aquela do Pai-Nosso, pois esta nos foi ensinada pelos lábios do próprio Cristo, porém, ainda que não tenha igual dignidade é também encontrada nos Livros Sagrados, nos lábios de Sta. Isabel e do Anjo Gabriel que ao saudá-la reconhece sua grandeza e lhe comunica uma grande verdade: “Ave [Maria] cheia de graça, o Senhor está contigo”. Ao longo dos tempos, a Igreja, crescendo em número de fiéis e percebendo o quanto é verdadeira a palavra de Cristo que entrega sua Mãe aos cuidados do amado discípulo, agradece a infinita bondade de Deus e implora sua proteção: “Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte.” Compondo assim a segunda parte desta antiquíssima oração.

Os anos se passam e a cada dia cresce número dos cristãos, crescendo também a gratidão a Jesus, o Bendito Fruto do formoso ventre de Maria, por nos ter concedido a honra de chamar de Mãe Aquela que lhe deu a luz, estreitando assim ainda mais nosso laço com seu Filho, a ponto de poder chamá-lo irmão, como eram chamados alguns discípulos seus (cf. Mt 12,46-50).

O mês de maio é dedicado a Maria, por estes dias também gostamos de presentear nossas mães. Gostaria de convidar os leitores a elevarmos à Mãe de Jesus, que é Deus, o nosso louvor de agradecimento e pedir a Ela que com seu manto nos proteja e nos guarde de toda cilada do inimigo. Pedimos por intermédio dela, como nos ensinou aqueles discípulos nas bodas de Caná (Jo 2,3-5) que jamais permita nos faltar a alegria de sermos discípulos de Jesus e, se não podemos presentear a Virgem como gostaríamos, ofereçamos ao menos à Mãe de Deus uma Ave-Maria.

Pe. Leonardo Tassinari Resende
Pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade (Magé-RJ)
Decano do decanato São José de Anchieta
Entre em contato conosco

Por favor escreva sua mensagem aqui:

0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar