fbpx

O Mistério Pascal de Cristo e a vida cristã

 em Artigos

No coração da fé cristã na qual a Igreja crê, celebra e vive há um acontecimento absolutamente novo. Deus se faz homem e entrega a si mesmo a morte para unir-se aos homens. Vida e morte, alegria e sofrimento, amor e ódio estão presentes no evento central da história humana que marca o tempo e as vidas de milhares de homens e mulheres ao longo de séculos. A páscoa cristã é o inicio de uma aventura inigualável a qual todos os homens são chamados a empreender: a santidade.

No coração do homem habita um desejo insaciável de verdade, de vida, de beleza e de amor. Esta procura do homem pelo sentido de sua própria existência resume e lança em direção ao transcendente, ao sobrenatural, ao divino as esperanças mais nobres do coração. A história da humanidade está repleta desta busca que se manifesta como religiões, filosofias, música, arte, etc. Mas considerando os desvios, os erros e a diversidades de caminhos que surgiram, o homem sempre se questionou: Seria esta busca vazia? Será que desejamos algo que escapa ao nosso alcance por ser irreal? Estas perguntas indicam a fragilidade humana para encontrar um caminho… O Mistério pascal ilumina a dramática realidade do pecado que obscurece a vida humana na incerteza sobre si, sobre Deus.

Quem ama não fica imóvel, mas é movido pelo amor em direção a quem ama… Por isso Deus “tanto amou o mundo que lhe deu seu Filho unigênito, para que não morra quem nele crê, mas tenha a vida eterna. Pois Deus não mandou seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que por meio dele o mundo seja salvo” (Jo 3,16-17). Assim tem inicio a história de amor e verdade da busca de Deus em Cristo pelo homem pecador. A iniciativa de amor com a qual Deus se aproxima do homem revela toda a grandeza do seu coração, seus desígnios de salvação para cada pessoa, a resposta para sede humana de amor, verdade, beleza e de sentido.

O Mistério pascal é a demonstração, pela paixão e morte de cruz de Jesus de Nazaré, que Deus nos ama e deseja unir-se a nós. Que Deus deseja reconciliar o homem consigo na amizade e os obstáculos deste amor são o pecado e a morte que envolve o homem. Ao celebrar este mistério divino de salvação a Igreja oferece aos homens os meios para a alegria da vitória, pela participação sacramental nos sofrimentos de Cristo, de receber a vida eterna e a graça com a qual nos tornamos filhos de Deus e vencedores do diabo, do pecado e da morte.

Que a Virgem Maria, repleta de alegria e graça pascal, nos mostre o caminho para entramos com o coração nas alegrias da salvação e do amor que brota da cruz de Cristo.

Pe. Pablo de Freitas Oliveira

Entre em contato conosco

Por favor escreva sua mensagem aqui:

0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar