fbpx

Exaltação da Santa Cruz

 em Artigos

Assim como para os muçulmanos seu sinal é a lua crescente ou como para os judeus é a estrela de Davi, para nós cristãos, o nosso sinal é a santa Cruz. A Cruz é para nós sinal de salvação e de vitória, porque nela morreu nosso Salvador, dando sua vida por nós. 

No dia 14 de Setembro a Igreja celebra a cruz gloriosa, a cruz como sinal de vitória. Neste dia, adoremos e louvemos nosso Senhor Jesus Cristo porque, com a sua Santa Cruz, redimiu o mundo. Mediante a sua morte e ressurreição, abriu as portas do Céu e preparou-nos um lugar, a fim de que nos seja concedido participar na sua glória. 

O âmago da celebração hodierna é a Cruz de Cristo. Muitos não entendem por que motivo nós, cristãos, celebramos a Cruz de Cristo que era um instrumento de tortura, um sinal de sofrimento e de derrota. É verdade que no tempo de Cristo a cruz exprimiu todos estes significados. E todavia, por causa daquele que foi elevado sobre a cruz para a nossa salvação, ela representa agora o triunfo definitivo do amor de Deus sobre todos os males do mundo. 

O madeiro da cruz tornou-se o instrumento para a nossa redenção, precisamente como a árvore do paraíso tinha dado origem à queda dos nossos antepassados. O sofrimento e a morte, que eram consequências do pecado, tornaram-se o próprio instrumento através do qual o pecado foi derrotado. O Cordeiro inocente foi sacrificado no altar da cruz e, assim, da imolação da vítima nasceu uma vida nova: o poder do maligno foi destruído pelo poder do amor que se sacrifica a si mesmo. 

Portanto, a cruz é algo maior e mais misterioso do que, à primeira vista, possa parecer. A Cruz manifesta a vitória sobre todos os males, e isto faz dele o símbolo mais eloquente da esperança que o mundo jamais viu. Ele fala a todos aqueles que sofrem – os oprimidos, os doentes, os pobres, os marginalizados e as vítimas da violência – e oferece-lhes a esperança que Deus pode transformar o seu sofrimento em alegria, a sua morte em vida. 

Se nós carregamos nossa cruz em união com Cristo, ou seja, como Ele com amor, teremos a certeza de que nosso sofrimento não será em vão e participará da glória da ressurreição. Olhando para Jesus crucificado entendemos que o caminho que vai da escuridão para a luz é o caminho da cruz que é o caminho do amor e da entrega. Disse Papa Bento XVI: “Para um cristão, exaltar a Cruz quer dizer entrar em comunhão com a totalidade do amor incondicional de Deus pelo homem; é fazer um ato de fé. Exaltar a Cruz, na perspectiva da Ressurreição, é desejar viver e manifestar a totalidade deste amor; é fazer um ato de amor.” (14.9.2012)

Caros irmãos e irmãs, a mensagem da cruz foi-nos confiada para que possamos oferecer esperança ao mundo. Quando proclamamos Cristo crucificado, não nos proclamamos a nós mesmos, mas a Ele. Não oferecemos a nossa sabedoria ao mundo, mas mostramos o poder do seu amor, da sua infinita misericórdia que sabe vencer todos os males do mundo. Enquanto proclamamos a cruz de Cristo, procuremos sempre imitar o amor abnegado daquele que se ofereceu a si mesmo por nós no altar da cruz, e estar com Maria e como Maria ao pé da Cruz. E se participarmos de algum modo nos padecimentos de Cristo, alegremo-nos porque alcançaremos uma felicidade muito maior, quando for revelada a sua glória. 

Nós vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, porque, pela vossa Santa Cruz e Ressurreição, redimistes o mundo. Amém.

Pe. Fidelis Stoeckl, ORC

Entre em contato conosco

Por favor escreva sua mensagem aqui:

0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar